Taí uma dúvida  e um problema que sempre ocorre às empresas que decidem mudar seu site de hospedagem. Bom, primeiro é preciso esclarecer uma confusão que também ocorre, que é entre o que significa uma hospedagem e o que significa o domínio de um site.

 

 

Vamos lá:

  • DOMÍNIO: Domínio é o endereço do site, que digitamos no navegador para acessar um site. Registra-se no site registro.br que é o órgão no Brasil responsável pelo registro de domínios (principalmente – mas não limitado a – .com.br) no Brasil. Você registra um domínio como propriedade de uma pessoa ou empresa e, normalmente, no nome de quem de fato usa o domínio. O valor anual de registro e manutenção deste endereço é de R$ 40,00. Você mesmo, proprietário do site, deve registrar o seu domínio ou confiar esta tarefa a alguém que seja digno de sua confiança e, mesmo, nessa última hipótese, você deve deter os dados de acessso à administração do seu domínio, pois é pela conta no site do registro.br que você poderá transferir sua hospedagem ou mudar os contatos técnicos de manutenção desse domínio e hospedagem. O endereço/nome do domínio está intimamente ligado ao endereço do seu e-mail, e na hora de trocar de hospedagem isso exige alguns cuidados especiais que vamos esclarecer mais à frente.

 

  • HOSPEDAGEM: É onde os arquivos do seu site ficam armazenados (nos servidores da empresa de hospedagem) para serem acessados via internet. Neste caso, o proprietário do domínio escolhe onde quer hospedar o site e contrata um plano específico para isto, o valor varia livremente de empresa para empresa e de acordo com os planos oferecidos.

Para que seu site seja visível (publicado) na web, você precisa contratar um plano de hospedagem, ou seja, uma empresa que possua servidores (computadores de alta capacidade de armazenamento, para simplificar bem) tem de guardar os arquivos do seu site para que ele seja “servido” aos computadores de usuários (internautas) que solicitarem o seu site através do endereço de domínio, exclusivo dele. Esta empresa de hospedagem também disponibiliza o serviço de comunicação por e-mail atrelado ao domínio do site. E é aí que “a porca torce o rabo”, pois todos os seus e-mails serão armazenados nos servidores desta empresa, assim como os arquivos do site. Esta empresa precisa te oferecer a segurança de um back-up periódico dessa documentação e disponibilizar esses documentos, sempre que você solicitar.

Por isso, você deve escolher uma empresa capacitada e idônea, pois você está confiando à ela, informações importantíssimas de sua empresa. Caso você decida por mudar a hospedagem do seu site e de suas contas de e-mail, esta empresa não pode apresentar nenhum tipo de impedimento (a não ser que você tenha concordado com termos abusivos na hora de assinar o contrato).

Considerando que tudo esteja certo e que você não esteja mais satifeito com a empresa de hospedagem, você deve contratar um novo plano com outra empresa de sua preferência e fazer back-up dos seus dados de e-mail (principalmente). A empresa de hospedagem atual pode fornecer este back-up, mas a maneira mais simples de fazer isto é usar um aplicativo chamado de Cliente de e-mail, ou Email Client, em inglês.

 

O que é um Email Client?

Email Client é um programa que se usa para receber e enviar mensagens de e-mail e muitas outras “cositas mas…”. Um exemplo bem conhecido desse tipo de software é o Outlook (para o sistema da Microsoft) ou o Mail (para Macintosh – Apple). Ou o programa padrão que vier instalado no sistema para esse fim.
Agora é necessário entender sobre os tipos de conta que você deve configurar nos equipamentos que você usa para acessar seu e-mail. Existem 3 maneiras de acessar seus emails:
  1. Webmail: que é o acesso via navegador de internet;
  2. Contas POP3: via Outlook ou similar;
  3. Contas IMAP: também via Outlook ou similar;

 

Mas qual a diferença entre esses tipos de conta?

  • Webmail: o Webmail é o acesso direto ao servidor, você vê e gerencia seus emails diretamente no servidor, por isso nenhuma configuração é necessária. Nada é transferido para o seu equipamento. Não recomendo o acesso exclusivamente pelo Webmail.
  • IMAP: é um tipo de conta muito moderno é prático, sincroniza automaticamente todas as suas ações em todos os seus equipamentos configurados dessa maneira e quando você mudar de software ou de equipamento, nada muda. Mas somente funciona dessa forma porque o IMAP simplesmente “espelha” o que você tem no servidor, também não transfere nenhum documento para o seu equipamento. Recomendo o uso desse tipo de conta somente para seus equipamentos móveis como Tablets e Smartphones;
  • POP3: Esse é o tipo mais antigo de conta, mas é também o melhor pelo fato de que ele “puxa” seus emails e anexos para o seu equipamento, e se você configurar corretamente, também apaga periodicamente do seu servidor, fazendo a manutençnao do espaço utilizado. Recomendamos o uso desse tipo de conta em computadores de mesa.

Se você utilizar sempre uma conta POP3 em um de seus equipamentos, poderá transferir a hospedagem do seu site a qualquer momento, sem preocupação de perda de informações, pois os e-mails estarão em seu computador. Aí só precisa antes baixar os arquivos do seu site, caso não vá aproveitar esse momento para renová-lo completamente, o que pode ser oportuno.

 


 

E, não se esqueça: caso esteja considerando fazer essa mudanca agora ou no futuro:

Ver os planos oferecidos